Case - Esgoto Sanitário

Cidade de Portage - Indiana - USA

   A estação de tratamento de esgotos da cidade de Portage, foi construída em 1983 a um custo de U$ 4,3 milhões. Esta estação foi projetada para uma capacidade máxima de tratamento da ordem de 33 milhões de litros/dia. Por se tratar de uma estação de tratamento por lodo ativado de última geração, operada por técnicos especializados, a estação mantinha boa performance nos níveis de remoção de DBO, sólidos em suspensão, amônia e fosfatos. Mesmo assim, desde o início das operações a planta vinha enfrentando constantes problemas de acúmulo de gordura no sistema, filtros terciários e tanques de secagem. Esta gordura causava problemas, exigindo constante manutenção nos filtros terciários, resultando em desempenho deficiente nos tanques de secagem de lodo ativado.

   Em fevereiro de 1987, o PROGRAMA BIO-SYSTEMS foi implantado visando reduzir a formação e o acúmulo de gordura. Em menos de 30 dias de tratamento, os primeiros resultados já eram animadores, havendo uma visível redução no acúmulo de gordura tanto nos filtros como nos tanques. Porém, foi somente após a primeira manutenção dos filtros e dos tanques que se verificaram os maiores benefícios do tratamento. Dentre estes, destacam-se: a redução do acúmulo de gordura e a facilidade de limpeza interna das paredes. Quando o programa alcançou o desempenho esperado, os resultados começaram a ficar mais visíveis e atraentes: redução de 34 % no volume de lodo residual, aumento de 10 % na vazão do efluente, diminuição de 10 % no índice de DBO, redução de 17 % no nível de sólidos suspensos voláteis.

   Assim, o PROGRAMA BIO-SYSTEMS tornou-se um padrão no tratamento dessa estação. O desempenho da planta foi melhorado e a vazão foi aumentada sem riscos de sobrecarga ou saturação. Os resultados gerais apontaram para uma decisão acertada, inteligente, segura e com menor custo de manutenção.

Bio-Brasil Limpeza Biológica Ltda.
R. Comendador Elias Assi, 371 - São Paulo-SP
Tel./Fax: (11) 3721-2426